EDSON & HUDSON

logo_header
logo

Biografia

Uma turnê realmente a altura da importância de Edson e Hudson na música sertaneja. “Iguais” nasceu para coroar a carreira vitoriosa dos dois irmãos que, juntos, escreveram uma das histórias mais bonitas que se tem conhecimento. 

Como dito por eles mesmos, “essa é a melhor turnê das nossas vidas”. E, claro, o que o público pode esperar é um show que evidencia a fusão perfeita entre a sensibilidade e a qualidade técnica dos artistas. Em “Iguais”, Edson e Hudson unem o talento incomparável de cada um para interpretar faixas eternas, sucessos conquistados em quase três décadas ininterruptas de muito trabalho, e homenagens a grandes artistas, referências musicais que carregam até hoje.

Mais que um novo espetáculo, Edson e Hudson criaram uma experiência única, uma viagem histórica contada por meio de uma trilha sonora arrebatadora, misturando amor, diversão e emoção, além de uma performance eletrizante.

O nome “Iguais” traduz a união e a sinergia existentes entre eles que começaram a cantar muito cedo, com 5 e 7 anos, respectivamente.

Iguais” também fala sobre a relação de amor com o público, inserindo artistas e fãs no mesmo grau de importância para que a magia realmente aconteça. 

Banda, técnica e equipe, que são o coração pulsante dos artistas, receberam o carinho merecido. Edson e Hudson entendem que para que o show ocorra, cada um (dos mais de 30 profissionais envolvidos) precisa atuar com maestria.

O conceito de “Iguais” está presente no novo cenário moderno, mas que preservou a essência sertaneja. O projeto, fruto da parceria entre a Live Talentos e a Inmagic, traz muita tecnologia e uma iluminação impecável. Projeções dão movimento e profundidade. A cada faixa apresentada, nasce uma nova cena com cores e formas distintas, despertando os sentidos e a emoção em cada um.

No repertório não faltam sucessos! Hudson, considerado um dos melhores guitarristas do mundo, nadou em águas profundas para criar um medley inspirado no filme Piratas do Caribe. Na sequência, Edson solta a voz em “Assovia”. Depois, um tiro atrás do outro com a sucessão de “Festa Louca”, “Azul” e “Porta-Retrato”.

Do próprio repertório de românticas, Edson e Hudson revisitaram os 27 anos dedicados a indústria fonográfica para interpretar “Mil Razões Para Chorar”, “Foi Deus”, Deixa Eu Te Amar”, “Esqueça Que Eu Te Amo”, “Quer Namorar Comigo”, “Amor Demais”, “Fala”, “Meu Anjo”, “Não Tem Dia, Não Tem Hora” e “Te Quero Pra Mim”.

O bom humor dos irmãos é bem representado pelo medley de “Rabo De Saia” e “Me Bate, Me Xinga”, além das canções “Não Deixo Não”, “Vamos Fazer Festa”, “Abre A Janela”, “O Bicho Vai Pegar” e “Quem Me Viu, Quem Me Vê”.

Grandes artistas sertanejos são reverenciados com “Cada Volta É Um Recomeço”, “O Grande Amor Da Minha Vida”, “Indiferença”, “Amor de Ping-Pong”, “Decida”, “Bebo Pa Carai”, “Se A Casa Cair”, “Ainda Ontem Chorei De Saudade”, “60 Dias Apaixonado”, “Fuscão Preto”, “Boate Azul”, “Sou Eu”, “Minha Estrela Perdida” e “Dois Corações E Uma História”.

Os tão aguardados solos de guitarra de Hudson ganham vida com “Beat It”, de Michael Jackson, e “Back In Black”, de AC/DC.

Mais que cantores e músicos, somos dois grandes sonhadores. A realização disso tudo só foi possível graças ao carinho e reconhecimento de vocês, nossos fãs, ao trabalho incansável do nosso time, a Live Talentos, nosso escritório. ‘Iguais’ revela exatamente isso, a comunhão necessária, a igualdade, a importância de cada um dentro das nossas carreirasMuito obrigado por estarem conosco nessa jornada. Sejam muito bem-vindos ao nosso show”.

Edson e Hudson nasceram no circo e foi literalmente no picadeiro onde tudo começou. Incentivados pelo pai, o palhaço Beijinho, formaram a dupla Pep e Pupi que depois se transformou em Edson e Hudson. Os anos de luta foram recompensados no ano 2000 com a faixa “Azul”. Na sequência, tudo o que os irmãos gravavam e até o que tinha sido registrado anteriormente, se transformou em sucesso. A afinação e extensão vocal de Edson e os riffs inconfundíveis da guitarra de Hudson criaram um paradigma no mercado sertanejo. Com eles, a cena do gênero se transformou e deu início à uma nova era musical, com ritmos e influências diferentes, apresentando o novo sertanejo com atitude rock’n roll.

Ao longo da carreira, gravaram mais de 500 músicas, venderam cerca de 12 milhões de cópias. Se o objetivo de todo artista é fazer sucesso, o de Edson e Hudson é entrar para a história. E isso, eles já fizeram.

Agenda

Em breve novos eventos.

Vídeos

Músicas

img-musicas_03

Projetos

Perfeito para quem quer se emocionar, relembrar clássicos memoráveis e se divertir durante o show.

O Boate Azul é um projeto potente e emocionante, comandado por ninguém menos que Edson & Hudson e Gian & Giovani – duas duplas de peso do cenário sertanejo que se unem para trazer muita emoção, nostalgia e encher os ouvidos do público com clássicos
inesquecíveis.

+infos

Edson & Hudson: Nascidos e criados em família circense, os irmãos Cadorini apresentavam-se em praças públicas, bares, rodeios, bailes e em circos. Acostumados desde cedo aos espetáculos e à estrada, logo adquiriram a experiência necessária para mostrar o potencial que tinham para a música. Em 1991, já como Edson & Hudson, passaram pelo show de calouros de Raul Gil, onde tiveram a grande oportunidade de serem vistos e ouvidos pelo grande público.


Gian & Giovani: A história de sucesso da dupla Gian & Giovani começa no interior de São Paulo, quando os irmãos tocavam violão escondido do pai. Em 1988 lançam seu primeiro trabalho, e o primeiro grande sucesso da dupla foi “Amante Anônimo”, seguindo por “Espuma da Cerveja”, “Você em Minha Vida”, entre outras, garantindo a presença de Gian & Giovani nas paradas de sucesso do Brasil.